terça-feira, fevereiro 14, 2006

O AMOR É... UM GAJO ESTRANHO

O amor é um gajo estranho
Não tem sonhos não tem coração
Vive tão longe e tão só
Preso à sua própria sedução!
O amor quando eu o conheci
Olhou para mim sorriu e disse:
"Eu sou apenas uma mentira
mas podes fazer de mim uma canção!"
O amor passa os dias frente ao espelho
Acredita num reencontro
Eu adormeço o rosto no seu peito nú
E sonho acordar noutro lugar
O amor nunca me mente
Quando me venho na sua boca
Abraça-me lentamente
E eu canto-lhe com a voz rouca!

João Peste-Pop Dell´Arte

4 Comments:

Blogger kimikkal said...

uma letra do catano, o joão peste é mesmo um génio incompreendido.

15/2/06 15:55  
Blogger Trópico said...

mantém-se a alto nível. fui testemunha disso em Évora...brutal!

8/3/06 16:59  
Blogger Narizinho said...

Muito bom mesmo! eu tive oportunidade de o ver em Aveiro e dps na Casa da música do Porto.Excelentes concertos.

6/10/10 12:25  
Blogger João Lucas said...

eu conheci o joão peste pessoalmente, muitas andanças e É MESMO UM iluminado musical e social! Entrei no video funny anna lane foi uma noite, de tantas, brutal!

12/2/13 03:28  

Enviar um comentário

<< Home